Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




homenagem

Mariano Gago foi o responsável pelas medidas que internacionalizaram as universidades e a ciência portuguesas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:33

Mariano Gago foi o responsável pelas medidas que internacionalizaram as universidades e a ciência portuguesas.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:30

O adeus ao Senhor Ciência

por Madalena Queirós, em 17.04.15

"Europe needs more Scientists" era este o mote do relatório que há dez anos alertava para o risco de défice de formação de talentos em Ciência e Tecnologia que hoje é talvez um dos principais obstáculos ao desenvolvimento europeu. Mariano Gago foi o coordenador deste documento tão pertinente como promonitório onde se podia ler: "Women are the most obvious source for increasing the number of highly trained scientists enginers and technolohgists, because this talent pool already exists and can be expanded".

image.jpg

image.jpg

image.jpg

Foi também o relator do parecer do Conselho Nacional da Educação que considerava que o aumento das propinas seria um obsctáculo ao aumento dos diplomados em Portugal. Era um homem tão desconcertante quanto inteligente que não deixava ninguém indiferente. Entrevistei-o antes, durante e depois de ser ministro. Discordamos muitas vezes. Mas se a internacionalização do ensino superior português e da ciência é um sucesso também é a ele que o devemos. A ele e à sua equipa que foi a que durante mais tempo tutelou a ciência em Portugal. O Pavillhão da Ciência, o crescimento da percentagem dos doutorados, e dos licenciados em Ciência e Tecnologia, um dos poucos capítulos, em que se cumpriu um dos objectivos da estratégia de Lisboa, são legados seus. Deixou o RJIES que teve a vantagem de abrir as universidades ao mundo das empresas, os acordos com o MIT, CMU E AUSTIN Texas, que apesar de polémicos trouxeram a Portugal algumas práticas das melhores universidades do mundo. Teve uma relação difícil com os reitores mas antes de sair deixou um programa pluri-anual de investimentos nas universidades que acabou por ser destruído pela crise e pelo Governo que se seguiu. Conduziu com serenidade os processos delicados de encerramento da Universidade Moderna e Independente.Uma voz que vai fazer falta a Portugal!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:13

A Europa vai precisar der 200 mil engenheiros

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:23


Sobre a autora

Madalena Queirós, jornalista especializada há mais de 20 anos nos temas de Ensino Superior e Emprego. Apresenta também o programa Capital Humano, no Económico TV, e fundou e edita o suplemento Universidades & Emprego do Diário Económico.

Neste blog vai encontrar ferramentas para controlar o rumo da sua carreira.

Links

Onde procurar emprego

Nas notícias



Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D