Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Cientista portuguesa no conselho de sábios europeus

por Madalena Queirós, em 10.11.15

elvira fortiunato.jpg

A portuguesa Elvira Fortunato foi um dos sete cientistas europeus escolhidos para integrar a Estrutura de Aconselhamento Científico da Comissão Europeia lançada hoje por Carlos Moedas. O Comissário europeu para a Investigação, Ciência Inovação, anunciou esta estrutura criada com o objectivo de dar aconselhamento científico independente com vista à elaboração de políticas e legislação europeias. Outro dos objectivos deste órgão é avançar recomendações para melhorar as relações entre a Comissão europeia e as comunidades científicas europeias. O grupo é composto por outros seis cientistas europeus e contará com um orçamento de 6 milhões de euros. Este modelo de aconselhamento de alto nível para o aconselhamento científico inspira-se na experiência nos Estados Membros da UE e outros países ao reunir um grupo de conselheiros científicos independentes com uma forte relação com as instituições de investigação e de ciência. Quem é Elvira Fortunato? Criadora do transístor de papel, Elvira Fortunato é professor de Ciências de Materiais na Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboam sendo menbro fa Academia Portuguesa de Engenharia. O Presidente da República atribuiu-lhe a Ordem do Infante Dom Henrique em 2010, como prémio pelos avanços científicos conseguidos durante a sua carreira. Actualmente dirige o Instituto de Nanomateriais, Nanofabricação do CENIMAT. ElvirA Fortunato é pioneira na investigação da electrónica transparente , baseada em transístor de papel. "A ideia do projecto tem tantas aplicações que poderá criar uma indústria multibilionária". Esta foi apenas uma das razões que levou o júri da maior bolsa de investigação científica europeia a concedê-la à cientista portuguesa Elvira Fortunato em 2008. A invenção do transístor de papel permite criar "um novo campo da electrónica transparente que poderá colocar a Europa como líder nesta nova tecnologia". Os avaliadores do European Research Council (ERC) consideram que a investigadora portuguesa da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa está entre os cinco melhores do mundo nesta área. Até agora, as descobertas desta cientista já deram origem a 16 patentes, cinco das quais internacionais e uma em parceria com a Samsung.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:01



Sobre a autora

Madalena Queirós, jornalista especializada há mais de 20 anos nos temas de Ensino Superior e Emprego. Apresenta também o programa Capital Humano, no Económico TV, e fundou e edita o suplemento Universidades & Emprego do Diário Económico.

Neste blog vai encontrar ferramentas para controlar o rumo da sua carreira.

Links

Onde procurar emprego

Nas notícias



Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D