Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Saiba como arranjar emprego através do linkedin

por Madalena Queirós, em 02.02.16

Com mais de 400 milhões de pessoas ligadas em todo o mundo, o linkedin pode ser o lugar onde vai encontrar a sua próxima oportunidade de carreira. Mesmo que não esteja a procura de emprego. Pelo menos é o que acontece a 80% dos utilizadores.

Truques para gerir a sua carreira no linkedin

linkedin.jpg

Mesmo que não esteja à procura de emprego, ter um perfil forte no linkedin é essencial para ter sucesso na carreira. Este “novo cartão de visita digital” já é mais importante que o currículo. O Linkedin já é o principal meio utilizado para recrutar no mundo. Saiba o que deve ou não fazer no uso desta ferramenta, segundo os conselhos do especialista Rui Caramez e do managing partner da Stanton Chase, José Bancaleiro. 1. Crie um plano de acção no Linkedin Há que “definir uma estratégia para aproveitar ao máximo esta ferramenta de promoção fantástica”, diz José Bancaleiro, managing partner da Staton Chase. Trace um plano de acção. Crie um perfil e mantenha-o actual. “O perfil do linkedin tem que estar sempre actualizado, porque está disponível 24 horas por dia para todo o mundo”, ressalva Rui Caramez. Comece por escolher uma “boa imagem” para colocar. Depois não é suficiente listar os cargos ocupados. O perfil deve revelar todas as competências adquiridas, as experiências e também “as minhas ambições”, esclarece o autor da obra “Como ter sucesso no Linkedin” em entrevista ao Capital Humano do Económico TV . Depois deve dedicar pelo menos 20 minutos por dia a actualizar o seu perfil. “Quanto mais tempo dedicar maiores são as probabilidades de conseguir uma boa colocação”, acrescenta José Bancaleiro. 2. Associe-se a grupos Deve procurar integrar grupos que juntem profissionais da sua área. Por exemplo, se pertencer a um grupo de engenheiros civis, poderá passar a receber oportunidades de emprego todos os dias. “Só em língua portuguesa existem mais de 40 mil grupos, sendo a quarta língua com maior número de grupos do mundo”, sublinha Rui Caramez. 3.Como chamar a atenção de um ‘head hunter? “Ter um perfil forte, pelo histórico profissional, pela relevância das palavras-chave que inclui” é meio caminho andado para chamar a atenção de um “head hunter”, diz Rui Caramez. Os recrutadores recorrem cada vez mais a esta ferramenta nos processos de recrutamento e é preciso chamar-lhes a atenção. Para isso o “utilizador deve desenvolver processos relacionais com esses recrutadores, o que deve começar antes de iniciar um processo activo de procura de emprego”. 4.Erros a evitar no Linkedin “Em transição”, “à procura de desafios” ou “desempregado” são palavras proibidas no seu perfil, diz José Bancaleiro. Porque nenhum recrutador vai utilizar essas palavras na sua busca. O cargo colocado também não pode ser demasiado genérico. Ter mais que um perfil no ‘linkedin’ é outro dos erros mais habituais que a maioria das pessoas nem sequer se apercebe. Basta responder a um convite de alguém enviado para uma 2ª conta de email para que ganhe um novo perfil. Neste caso deve solicitar ao linkedin que funda estas diferentes contas. Depois não deve ter apenas o seu perfil em inglês. “Se a busca for feita por um recrutador em português, o seu perfil nunca vai surgir na filtragem”, explica Rui Caramez. Deve ter um perfil em várias línguas. Publicado no caderno Universidades e Emprego de 1 de Fevereiro de 2016

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:00

Mais de 300 oportunidades de emprego

por Madalena Queirós, em 28.01.16

"Qual é tua cena?" ou "what's your thing?" é o mote da campanha de recrutamento que está a ser lançada pela KPMG. Ao todo são 200 vagas disponíveis para recém-diplomados e 50 para quadros com experiênciaSaiba como concorrer a estas oportunidades.

image.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:18

Centenas de oportunidades na PWC!

por Madalena Queirós, em 22.09.14
http://economico.sapo.pt/noticias/nao-estaremos-longe-de-recrutar-400-pessoas_201995.html

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:47

O objectivo deste programa é lutar contra o desemprego jovem que atinge um em cada quatro europeus. Só a Axa criou 20 mil oportunidades...
saiba como concorrer.
http://economico.sapo.pt/noticias/saiba-como-concorrer-a-100-mil-oportunidade-de-emprego-na-europa_201951.html

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:29

A Nestlé e empresas parceiras vão criar cem mil oportunidades de emprego para os jovens europeus, nos próximos anos. São 200 as companhias que se associaram ao projecto “Aliança para a Juventude”, lançado pela Nestlé para combater o desemprego dos jovens na Europa, que foi hoje anunciado.
“Com mais de 200 empresas de toda a Europa, a “Aliança para a Juventude” é o primeiro movimento pan-europeu desenvolvido por empresas para ajudar os jovens a estarem melhor preparados para entrar no mercado de emprego e melhorar as suas hipóteses”, afirmou Laurent Freixe, CEO Nestlé Europea no anúncio feito hoje. Adecco, AXA, Cargill, CHEP, DS Smith, Ernst & Young., Facebook,Twitter e Google são algumas das empresas que aderiram ao projecto e vão abrir vagas.
Cerca de 23% dos jovens europeus estão desempregados, sendo este considedaro um dos maiores problemas europeus nos próximos dez anos.Mais de metade (55%) dos jovens culpa os governos pelo crescimento do desemprego, revela um inquérito a dois mil jovens dos 18 aos 29 anos. Neste estudo quatro em cada dez inquiridos receiam que as perspectivas de emprego não vão melhorar no próximo ano.
Mais informações em www.nestle.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:59

A startup australiana Alphatise está oferecendo aos universitários o "melhor estágio do mundo", com um pacote de remuneração de até US$ 100 (equivalente a 75 mil euros) - sendo US$ 50 mil fixos e US$ 50 mil em ações da empresa. O sortudo ainda vai ganhar um carro, no valor de US$ 25 mil, um mil MacBook e um iPhone.
A startup, lançada na semana passada em Sydney, na Austrália, é um e-commerce que os consumidores sugerem o preço que quer pagar por um produto e negocia diretamente com o vendedor. A empresa emprega 33 pessoas e já arrecadou US$ 3,5 milhões.
O estagiário trabalhará por um ano na empresa, sendo os primeiros três meses experimentais. Ele ainda poderá escolher em qual área quer trabalhar: marketing, vendas ou na área técnica da empresa. "Estamos à procura de alguém que esteja ansioso para saber como funciona o nosso negócio, bem como trazer novas ideias", contou o co-fundador da startup, Ben Bowlan, ao site australiano News.com.au.
Como se candidatar
O interessado em participar do processo seletivo terá de gravar um vídeo de apresentação de um minuto, postá-lo no site da empresa e responder um questionário um tanto incomum, com perguntas como "qual música melhor descreve sua personalidade?" e "se você fosse o primeiro-ministro por um dia, o que você faria?".
Os candidatos serão selecionados pela qualidade e originalidade da produção do vídeo e o número de votos que receber da empresa.
Interessou? Acesse o site www.alphatise.com/internship.
Publicado em Folha de São Paulo

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:30

Saiba quanto se ganha no Brasil

por Madalena Queirós, em 21.08.14
os salários de um responsável por uma área de uma empresa, médicos e engenheiros podem chegar aos dez mil reais, cerca de 3300 euros. Já um jornalista ganha em média 2200 reais, o que representa cerca de 730 euros. Pode consultar quanto se ganha em cada profissão em :
http://home.catho.com.br/profissoes/

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:51

Oportunidades de emprego no Brasil

por Madalena Queirós, em 18.08.14
Apesar do crescimento económico estar muito abaixo do esperado há muitas oportunidades de emprego no Brasil.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:59

http://economico.sapo.pt/noticias/novo-erasmus-iberoamericano-da-200-mil-bolsas_198767.html

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:13

Salário médio
é o dobro de Portugal. Empresas patrocinam os vistos.
http://economico.sapo.pt/noticias/australia-esta-a-recrutar-profissionais-em-200-areas_197992.html

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:21


Sobre a autora

Madalena Queirós, jornalista especializada há mais de 20 anos nos temas de Ensino Superior e Emprego. Apresenta também o programa Capital Humano, no Económico TV, e fundou e edita o suplemento Universidades & Emprego do Diário Económico.

Neste blog vai encontrar ferramentas para controlar o rumo da sua carreira.

Links

Onde procurar emprego

Nas notícias



Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D